Jump to content

[SUCESSO] Acer Aspire 3 A315-54 561D


Recommended Posts

Antes de mais nada, agradeço a inestimável ajuda do @MaLd0n , sem a qual não teria conseguido. 
 
Este é o relato do sucesso total para instalação do MacOS Catalina 10.15.7 no notebook ACER Aspire A315-54 561D. Este note é equipado com o processador i5 10210U (Comet Lake) e placa gráfica UHD 620. A princípio a instalação rodou sem problemas utilizando a partição EFI com Clover que atualmente está na minha máquina anterior, um outro note ACER, modelo TMP-455-MG. Gerei o instalador normalmente e copiei a pasta EFI para a partição ESD do pendrive. 
 
O notebook novo está equipado com um HDD NVMe de 512GB da Western Digital, e quando comprei o equipamento, ele estava com Windows instalado. Antes da instalação do Catalina, é necessário mudar a configuração do NVMe de INTEL OPTANE para AHCI. Para isso, é necessário entrar na BIOS e, na aba MAIN, pressionar CONTROL S para que a opção apareça. Sem isso, não há como mudar.
 
Feito isso, fiz a instalação sem problemas, embora sem aceleração.
 
Conforme já havia lido, a única coisa que não iria funcionar é o wifi, que não tem suporte no MacOS. No entanto, o Bluetooth foi reconhecido e funcionou. Os demais dispositivos do notebook também funcionaram, menos a aceleração gráfica, o trackpad e o teclado interno. Para contornar isso, utilizei um mouse e um teclado USB. 
 
A partir daí, começou meu suplício para conseguir aceleração. Tudo por causa da associação incomum do Comet Lake (10ª geração) com a placa gráfica UHD 620, que equipa processadores de gerações anteriores.
 
Finalmente consegui aceleração, utilizando uma das muitas pastas EFI que baixei graças a generosidade de usuários aqui do fórum Olarila e outros locais. O notebook ficou absurdamente rápido, pelo menos dentro da minha experiência anterior com meus outros hackintoshes. Fiquei extremamente satisfeito com o resultado, muito superior ao que estava esperando. Porém, para poder utilizar a máquina, é imprescindível utilizar monitor externo e, para minha tristeza, nada da saída HDMI funcionar. 
 
Para conseguir aceleração, utilizei o AAPL,ig-platform-id = 00009B3E e o device-id = 9B3E0000
 
Após muitos testes com EFIs encontradas na internet que eram pra notebooks parecidos com o meu, consegui que ao menos o note desse algum sinal de vida na porta HDMI. Quando inseria o cabo, a tela piscava, indicando que estava reconhecendo a inserção, porém, sem nenhuma imagem na saída HDMI. Tentei seguir as instruções neste tópico do Reddit, mas não consegui nenhum sucesso mesmo tentando várias combinações de conectores, deviceids e smbios diferentes.
 
Neste ponto, pedi socorro ao MaLd0n. Após ele muito catucar, limpar minha pasta EFI, gerar DSDT/SSDT, tentar sem sucesso inúmeros PATCHES diferentes e sem sucesso, sempre utilizando um dos platform-id/device-id que supostamente seriam adequados pra minha placa gráfica UHD 620, finalmente conseguimos sucesso utilizando o patch seguinte:
 
<key>PciRoot(0x0)/Pci(0x2,0x0)</key>
<dict>
<key>AAPL,ig-platform-id</key>
<data>AACSPg==</data>
<key>device-id</key>
<data>kj4AAA==</data>
<key>enable-lspcon-support</key>
<data>AQAAAA==</data>
<key>framebuffer-con2-busid</key>
<data>AgAAAA==</data>
<key>framebuffer-con2-enable</key>
<data>AQAAAA==</data>
<key>framebuffer-con2-has-lspcon</key>
<data>AQAAAA==</data>
<key>framebuffer-con2-pipe</key>
<data>EgAAAA==</data>
<key>framebuffer-con2-type</key>
<data>AAgAAA==</data>
<key>framebuffer-patch-enable</key>
<data>AQAAAA==</data>
</dict>
 
Observem que utiliza o AAPL,ig-platform-id = 0000923E e o device-id = 923E0000 que pertencem ao adaptador UHD 630. Porém, foi o que resolveu em parte meu problema com a HDMI! 
 
Finalmente havia imagem na saída! Porém, a qualidade estava bastante ruim. A imagem estava com cores bem "lavadas", bastante serrilhado, excesso de contraste e excesso de nitidez (sharpness) o que dava até dor nos olhos. Bastante desagradável. Eu já conhecia esta imagem horrível, pois era assim que o Windows ficava no mesmo monitor (na verdade, uma TV HBuster de 29 polegadas que utilizo como monitor). Eu sabia que não era problema no cabo, nem na TV, nem no MacOS, pois a máquina anterior apresenta imagem perfeita. 
 
Para exemplificar, veja a imagem abaixo. Primeiro, tirei foto do mesmo detalhe da tela, um ícone de like do youtube. A primeira, tirada da tela do próprio notebook. A segunda, tirada do mesmo detalhe mas na tela do monitor/TV ligado na saída HDMI, e a terceira, tirei também do monitor/TV, mas ligado na outra máquina que apresenta imagem perfeita:
 
comparacao-hdmi.jpg
 
Observem que o ícone tem cor cinza contínua, mas na imagem do meio, está com um contorno escuro. Este contorno se mantém em toda a imagem, deixando-a muito ruim. Note também o serrilhado acentuado.
 
Comecei então a tentar descobrir qual seria este último problema para deixar a máquina perfeita. A primeira pista veio quando observei que o patch utilizado pra habilitar o HDMI estava com o con2 setado pra Display Port (DP) e não HDMI:
 
Screen+Shot+2021-08-10+at+00.13.33.png
 
O código 00080000 corresponde a DP. Troquei para 00040000, que é o código pra HDMI.
 
Reiniciada a máquina, mais um avanço. A imagem estava sem os problemas de excesso de nitidez e contornos esquisitos, mas estava completamente ROSA! Mas ao menos não estava com aquela qualidade horrível. Desta forma:
 
yDWLj57ElLZkKy7by3MJqXqpUgVCY_D-uQv83JOZ
 
A imagem não é minha, mas deste tópico do Reddit. Nele mesmo, lendo os comentários, cheguei a um que mencionava que o problema era devido a problemas com perfil de cores na saída e apontava para esta página: https://www.mathewinkson.com/2013/03/force-rgb-mode-in-mac-os-x-to-fix-the-picture-quality-of-an-external-monitor
 
Basicamente, o problema se deve ao Mac identificar o monitor como TV (o que no meu caso estava correto!) e mudar o espaço de cores para YCbCr, ao invés do RGB. Resolver o problema se tratava de forçar o modo RGB, o que é feito utilizando um script Ruby. As instruções estão na própria página. Basicamente o script gera um patch que deve ser colocado em /System/Library/Displays/Contents/Resources/Overrides o que fará o sistema forçar a saída em RGB pra aquele monitor específico.
 
Como o Catalina não deixa mexer na partição do sistema mesmo desabilitando o SIP (é preciso habilitar a escrita), fiz do jeito mais simples, reiniciando no Recovery e copiando via terminal mesmo, já que no modo recovery a partição do sistema tá com escrita habilitada e fica montada em /volumes e não na raiz. Feito isso, o notebook finalmente ficou com imagem perfeita!
 
Um último detalhe como cereja do bolo. Não sei a razão, apesar do monitor/TV suportar 1920x1080, nas configurações de resolução o mac só deixou habilitada a resolução nativa tanto do monitor interno quanto do monitor externo, 1360x768. Consegui contornar perfeitamente essa limitação de forma ridiculamente simples, utilizando o aplicativo Disable Monitor cuja função é habilitar inúmeras resoluções exóticas, e é usado por quem tem monitores ultra-wide por exemplo. Baixe ele aqui: https://github.com/Eun/DisableMonitor
 
Após tudo isso, finalmente tenho uma máquina fantástica, com TUDO literalmente funcionando muito bem, menos o wifi.

Espero que este relato ajude a outros assim como fui muito ajudado pelo relato de outros. Deixo em anexo a minha pasta EFI.

Alisson
Campina Grande, PB

EFI.zip

Edited by alissoncg
  • Like 1
Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now


×
×
  • Create New...

:cap-Please Disable Your ADBlocker-:cap